No Brasil, hoje, já são 616.532 vagas de EAD oferecidas em 11 das 14 profissões da saúde. Os conselhos profissionais da área da saúde, entre eles, o CFF, defendem o ensino presencial e a prática desde o início dos cursos, como fator essencial à qualidade da graduação em saúde.
 
Para discutir o tema, a Deputada federal, Alice Portugal (PCdoB-BA), realiza uma audiência pública, na Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara, amanhã, 15 de maio, às 10h30. Alice é autora do projeto de lei que proíbe a autorização e o reconhecimento dos cursos de graduação na área da saúde ministrados a distância.
Para a audiência, foram convidados: o ministro de Estado da Educação, Rossieli Soares; o presidente do Conselho Nacional de Educação, Eduardo Deschamps; o presidente do Conselho Nacional de Saúde, Ronald Santos; o presidente do Conselho Federal de Farmácia, Walter da Silva Jorge João; o presidente do Conselho Federal de Enfermagem, Manoel Carlos Neri da Silva; e o presidente da Associação Brasileira de Educação a Distância (ABED), Frederic Michael Litto.
 
Serviço:
Audiência Pública para discutir a oferta de curso superior na modalidade EAD para graduações da área de saúde.
Data: 15 de maio de 2018
Horário: Às 10h30
Local: Plenário 7 da Câmara dos Deputados – Anexo II – Comissão de Seguridade Social e Família

As mais lidas

  • Week

  • Month

  • All