A morte de Danilo é a primeira confirmada por coronavírus (COVID-19) em Patos e também na Paraíba, além de ser o primeiro caso registrado da doença no município pela Secretaria de Estado da Saúde.

Danilo Andrade, conhecido como Danilo da Farmácia, esteve internado no Hospital São Francisco, em Patos, apresentando muita tosse e um quadro de forte pneumonia, e na última quinta-feira (26) foi transferido para a unidade hospitalar da capital devido ao agravamento do seu estado de saúde.

Danilo era diabético, hipertenso e tinha problemas de asma.
A morte do empresário está gerando bastante comoção nas redes sociais.
O CRF/PB se solidariza com os familiares e amigos neste momento de dor e pesar.

Essa e outras perguntas fazem parte da pesquisa ‘Parâmetros dos Medicamentos Termolábeis’. Contamos com a sua contribuição, farmacêutico (a). 
 
Sua participação é fundamental para que possamos entender melhor o funcionamento da cadeia fria e, assim, traçar estratégias de melhoria neste ciclo, além de propor mudanças na legislação atual relativa aos parâmetros de controle de produtos termolábeis. Essa pesquisa que irá estruturar um panorama atual da cadeia fria no Brasil, com o objetivo de propor parâmetros para o monitoramento térmico durante os processos de conservação dos produtos acabados.
 
O questionário terá duração aproximada de 02 (dois) minutos e contém perguntas objetivas. É importante que você, que irá participar, leia com atenção todas as perguntas e as responda com verdade. 
Agradeço sua participação nesse processo.
Para participar, basta acessar o link na Bio do pesquisador principal @tdouberin.

À disposição.
Thiago Douberin
Mestrando do Programa de Pós Graduação em Ciências Farmacêuticas na  Universidade Federal de Pernambuco.
Farmacêutico
CRF PE 4176
(81) 99671-7806

Os profissionais farmacêuticos da Paraíba  tiveram um final de semana bastante movimentado. Intensas ações de capacitação e qualificação estiveram presentes na agenda dos farmacêuticos da Paraíba. 
Paralelamente, aconteceram atividades nas cidades de João Pessoa e Campina Grande. Na Capital, foi realizado o mais novo  projeto do Conselho Federal de Farmácia, denominado 1º Meeting Paraibano de Farmácia Hospitalar e Farmácia Clínica. Ainda em João Pessoa, a agenda de trabalho contou com uma abordagem sobre Gestão de Resultados: pessoas processos e conflitos, desenvolvida pela consultora em Negócios, Luciene Scherer. Na Rainha da Borborema, aconteceu o 3º Módulo do Projeto Cuidado Farmacêutico na Farmácia Comunitária.

1º Meeting Paraibano de Farmácia Hospitalar e Farmácia Clínica

O Conselho Regional de Farmácia da Paraíba (CRF-PB), em parceria com o Conselho Federal de Farmácia (CFF) e SBFC- Sociedade Brasileira de Farmácia Comunitária,  promoveram, neste final de semana em João Pessoa-PB, o novo projeto do CFF. Trata-se do 1º Meeting Paraibano de Farmácia Hospitalar e Farmácia Clínica. 
O evento contou com a presença de dezenas de farmacêuticos e diversos temas ligados ao mundo profissional foram abordados, a exemplo de atividades voltadas para a capacitação e aprimoramento dos conhecimentos dos farmacêuticos. 
Os trabalhos tiveram início com uma Conferência Magna, cujo tema abordado foi o (Re)nascimento da Clínica, Na sequência, os temas propostos passaram pelos mais variados debates, como a Superação dos Desafios da Comunicação, Melhoria Contínua em Farmácia Hospitalar, Marketing Pessoal, Abordagem e Avaliação das Tecnologias em Saúde, Comunicação Como Ferramenta Para o Cuidado Farmacêutico, entre outros assuntos.

Projeto Cuidado Farmacêutico na Farmácia Comunitária
 

O 3º Módulo do Projeto Cuidado Farmacêutico na Farmácia Comunitária, Gestão e Marketing, foi realizado na Escola Superior de Aviação Civil - ESAC, na cidade de Campina Grande-PB, nos dias 19 e 20 de julho.

O Projeto de Capacitação, fruto de uma parceria entre o CFF, CRF-PB e UNIFACISA, foi aplicado pelo Professor Amilson Álvares, membro do Grupo de Trabalho de Farmácia Comunitária do Conselho Federal de Farmácia.

"Atividades desse nível só tem a somar no mundo farmacêutico paraibano. Esse é um trabalho que o CRF da Paraíba desenvolve constantemente, visando aprimorar e aperfeiçoar o trabalho farmacêutico, por meio de capacitações e qualificações que facilitam nossa atividade e beneficiam a população como um todo", destacou Cila Gadelha, presidente do CRF-PB.

As mais lidas

  • Semana

  • Mes

  • Todas